O verdadeiro amor lança fora todo o medo...

 

O amor de Deus não é baseado na submissão cega e domínio insustentável. Ele apela para a inteligência e a consciência dos seus filhos “Vinde então, e argui-me,” Is. 1:18. Aquele que se sente tocado pelo amor de Deus não pergunta o que “não pode” fazer para satisfazer o querer do seu Redentor. O seu desejo é estar em perfeita harmonia com a vontade do seu Deus (todos os dias da sua vida), e fazer todo o possível para agradá lo. O verdadeiro amor que vem de Deus me ensina a não temer.

 
"Porém tu, ó Israel, servo meu, tu Jacó, a quem elegi descendência de Abraão, meu amigo; Tu a quem tomei desde os fins da terra, e te chamei dentre os seus mais excelentes, e te disse: Tu és o meu servo, a ti escolhi e nunca te rejeitei. Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça". Is. 41: 8 a 10

 

 

publicado por Enigma. às 18:14 | comentar sinceramente | favorito